O que é equilíbrio vocal? Me chamo Rafael Barreiros e nessa aula vou te dar exemplos bem claros para você entender de uma vez por todas!

Vamos pensar numa fonação muito tensa. você pode perceber que musculaturas extrínsecas começam a trabalhar com muita força, acontecem pontos de tensão e a voz se torna apertada. A sensação é que você não consegue chegar até a área de transição da voz, saindo da região grave da voz de peito e transitar para a voz aguda.

Quando começamos a nos aproximar dessa passagem acontece a quebra e a falha da voz (minuto 00:26). Muitas pessoas cantam dessa forma, inclusive profissionais ficaram famosos e ganharam muito dinheiro cantando com essa fonação mais extrema, tensa e pressionada.

Agora vou te dar o exemplo oposto dessa fonação para que você entenda mais sobre o equilíbrio vocal (minuto 01:10). Esse exemplo é de uma voz com bastante passagem de ar, leve e soprada que também tem dificuldade de cruzar a área de transição do grave para o agudo e que você pode sentir, em muitos momentos, essa voz tremulando e falhando.

 

O segredo do pêndulo! Imagine que você tem um pêndulo se movimentando de um extremo ao outro e que em um momento você está numa extremidade com a fonação tensa e apertada e em outro você está na extremidade leve e soprosa. Muitas pessoas têm a tendência de ficar em um dos pontos para sempre se não treinarem e exercitarem a voz, perdendo afinação, cantando fora do tom e podendo prejudicar a voz. Na realidade eu quero chamar a sua atenção dizendo que o pêndulo quando se movimenta passa pelo centro entre seus dois extremos e é exatamente nesse ponto que devemos ficar (minuto 04:35).

Há alunos que me dizem “Professor, a minha voz não tem força, eu não tenho como empurrar a minha voz, ela é para dentro e não sai”. Se o mesmo ocorre com você, muito provavelmente, você está na extremidade da voz soprosa do pêndulo, sua fonação está com bastante passagem de ar entre as pregas vocais.

Se você está no outro extremo do pêndulo com uma voz tensionada e apertada semelhante a quem canta ‘’gritando’’, como é de costume acontecer em festas com pessoas que ficam agitadas e começam a cantar dessa forma se sentindo com dores e rouquidão no outro dia, então você está dando cargas altas de tensão em suas pregas vocais.

 

A dica importante que vou te dar é a seguinte!

Quero que você encontre o centro do seu pêndulo, tente sair da extremidade, tanto da voz soprada como da voz apertada e ir em direção à fonação da sua voz falada, do seu speaking voice (minuto 06:19). Semelhante a quando você lê um texto, você não o lê com a voz soprada e nem apertada, apenas o lê com sua voz falada.

Comece a cantar com essa fonação e vá se corrigindo em busca do centro do pêndulo, escolha uma música simples e vá passando por tonalidades e alturas diferentes do grave para o agudo. Treine e depois me conte como foi sua experiência de ter saído do extremo do pêndulo soprado e do extremo apertado. Um grande abraço e até mais!